Subir

Igualdade total nas empresas nem em 2020

Diferenças salariais causam depressão nas mulheres (Foto: Shutterstock)

Na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias que decorreu esta tarde na Assembleia da República, o Ministro Adjunto que acaba de reafirmar a intenção de fazer das mulheres as detentoras de 40% dos cargos executivos da administração pública, depois no setor empresarial do Estado e finalmente, em 2020, nas empresas cotadas na Bolsa de Lisboa.

Esta intenção já tinha sido anunciada nas Grandes Opções do Plano, apresentada pelo Primeiro-Ministro António Costa em e foi reiterada hoje pelo Ministro Eduardo Cabrita:

Primeiro de 33%, numa segunda fase de 40%, num movimento que vá gradualmente até 2020 e que tenha a ver com os lugares executivos. Não, e estando atento aquilo que noutros países se passou em que o género menos representado normalmente era colocado em funções não executivas.”


Saiba O que vai mudar em Portugal até 2019


Siga-nos no Facebook

CM