Inês Henriques triunfa nos 20 km marcha

A atleta Inês Henriques (Clube de Natação de Rio Maior) conquistou este domingo, 4 de fevereiro, o seu quinto título nacional dos 20 km marcha em estrada, ao triunfar na prova disputada em Quarteira.
A marchadora de 37 anos esteve ‘colada’ na frente com Ana Cabecinha (Clube de Oriental de Pechão – COP) até ao 12.º quilómetro, quando atacou e deixou a rival para trás, gastando um total de 1:30.08 horas, menos 51 segundos do que a segunda classificada.
“Tenho treinado com calma. O Jorge Miguel (treinador) não me deixa andar rápido, porque nós queremos estar bem no Campeonato do Mundo de Nações de marcha (na China, em maio), onde quero ganhar os 50 km. Não estava a treinar para os 20 km”, disse Inês Henriques.

A marchadora olímpica somou o seu quinto título nacional de estrada, igualando Ana Cabecinha, vencedora no ano passado, mas realçou que o mais importante foi mesmo fazer a marca que lhe permite continuar a receber apoio na preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.
“Não estava à espera de uma marca tão boa. Eu queria fazer a marca de preparação olímpica, porque eu tenho de garantir o apoio nos 20 km para continuar a fazer 50 km, que ainda não é modalidade olímpica, mas vai ser”, assegurou a vencedora, que no último ano se dedicou mais aos 50 km marcha, detendo o recorde mundial.

Ana Cabecinha, recordista nacional dos 20 km marcha, salientou que o atraso de quatro semanas na preparação de início de época “fez muita diferença”, levando a que não aguentasse o ritmo imposto por Inês Henriques na segunda metade da corrida. “São quatro semanas de treinos bidiários e fizeram-me muita falta. Quando começámos a época, não sabíamos que o campeonato nacional de marcha seria tão cedo. Acabei por fazer melhor marca do que estava à espera”, referiu.
A terceira classificada foi a veterana lituana Kristina Saltanova (extra-competição), mas ao último lugar do pódio subiu Edna Barros, do Clube Oriental de Pechão, que, com 1:37.05 horas, melhorou o seu recorde pessoal em 18 segundos. As três primeiras classificadas do campeonato nacional viajam agora para o México, onde em Monterrey se realizará, em 24 de fevereiro, uma prova do Challenge Mundial de Marcha.

Imagem de destaque: DR