Subir

Já chegou o Airbnb para audaciosos

Pensado para quem quer ter viagens um pouco mais completas, o Kinkbnb é a nova plataforma de aluguer de propriedades, à semelhança do já conhecido Airbnb, e já começa a estender-se a vários países. Neste momento já são mais de 20 os destinos incluídos neste site de aluguer – Portugal, para já, está fora do circuito -, reunindo 80 propriedades que cumprem, então, caraterísticas muito específicas: quartos com camas Queen Size, vista panorâmica e até há algumas com verdadeiras masmorras incluídas e equipadas com chicotes. Para este ano, prevê-se inclusivamente um alargamento dos serviços a disponibilizar e que implicam espaços de diversão em regime de aluguer à hora.

Esta estrutura, criada em maio por um professor de inglês em São Francisco, Ryab Galiotto, e um especialista em tecnologias de Informação, Dareen McKeeman, pretende rivalizar com o Airbnb, oferecendo produtos diversificados.

Imagem de acesso à plataforma

Qualquer pessoa pode inscrever-se como hóspede ou visitante, mas está sujeito à aprovação de um moderador que, uma vez aceite a proposta, atribuirá um código. “Ajudar as pessoas a partilhar os seus espaços é uma forma moderna de constituir uma comunidade, muito mais ampla do que o que conhecemos até agora”, declarou um dos fundadores da plataforma Ryan Galiotto ao jornal ‘ Evening Standard’.

Recorde-se que, só em Portugal, a plataforma de aluguer de casas online Airbnb já conta com mais de 30 mil propriedades registadas, recebendo mais de 15 milhões de hóspedes (dados até outubro de 2015). Lá fora, esta start-up está presente em 191 países, já atraiu mais de 65 milhões de hóspedes e ultrapassou o valor global de 53 mil milhões de euros.