“I really do care”: o movimento contra o casaco de Melania

Melania Trump [Fotografia: Reuters]

I really do care” (eu realmente quero saber) é o movimento contra o casaco utilizado por Melania Trump na sua visita aos centros de detenção do Texas. A primeira-dama dos Estados Unidos da América visitou várias crianças que estão a ser separadas dos seus pais – imigrantes ilegais – e decidiu levar um casaco com a frase “I really don’t care. Do u?” (“Eu não quero mesmo saber. Tu queres?”, em português) facto que gerou bastante polémica.

REUTERS/Kevin Lamarque

Nasceu um movimento: I really do care (Em suma, eu importo-me)

Claramente em oposição à mensagem por detrás do casaco de Melania Trump, os internautas têm criado nas redes sociais um verdadeiro reboliço. Por entre várias opiniões, cartoons e movimentos de oposição, foi ainda criado um hashtag onde que todos podemos usar e expressar a sua opinião: #ireallydocare.

O movimento tem-se intensificado nas últimas horas e conta já com centenas de tweets. Este cartoon é um deles, onde podemos ler a mensagem: “We should all care” (Todos nos deveríamos importar”, em português) e onde a Estátua da Liberdade dá a mão a uma criança, fazendo alusão às crianças que se estão a separar dos seus pais devido à política de Donald Trump.

Twitter – “We should all care” (“Todos nos deveríamos importar”, em português)

Para além do hashtag, já surgiu também uma plataforma de doação onde podemos ajudar não um mas 14 grupos de apoio a imigrantes.

Um outro movimento que se tem visto muito ao navegar pelas redes é um casaco da marca Wildfang que diz “I Really Care. Do u?” (“Eu importo-me. E tu?”, em português). O casaco já se encontra esgotado no site.

Recorde-se que toda esta polémica começou com a política migratória de Trump (entretanto com alguns recuou), mas que tem gerado bastante contestação pelo mundo fora.

Melania Trump visitou filhos de ilegais e usou casaco polémico