Subir

Kate Middleton recruta funcionário/a através das redes sociais

Kate Middleton tem 34 anos

Os duques de Cambridge, William e Kate Middleton, em conjunto com o Príncipe Harry, estão à procura de um novo diretor de comunicação para a The Royal Foundation, a instituição humanitária dirigida pelos três elementos da família real inglesa.

“O lugar disponível funcionará de forma reativa e proativa para gerenciar o fluxo diário de notícias para a comunicação social, garantindo que as informações sejam relatas e recebidas com precisão pelo público, através dos meios tradicionais, digitais e sociais”, pode ler-se na oferta, que se aplica às seguintes categorias: de relações públicas, marketing, composição e revisão de textos.

O candidato escolhido também será obrigado a realizar pesquisas para projetos especiais, participar em “discussões estratégicas”, além de oferecer suporte a toda a equipa da fundação.

Foi através do LinkedIn que Kate Middleton publicou a oferta de emprego para o cargo de diretor de comunicação para a The Royal Foundation [Fotografia: LinkedIn]

Ao que parece, e ao contrário do que seria de esperar, ninguém será nomeado para o cargo. O processo de candidaturas arrancou através das redes sociais e após receberem as propostas, um representante da família real terá de receber os selecionados para entrevistas.

Os candidatos devem ter experiência comprovada na área de marketing, relações públicas ou comunicação, com grau relevante (ou qualificação equivalente) e, preferencialmente, ter experiência em trabalhos de cariz humanitário”, refere ainda o mesmo artigo. Para a família real, o requisito essencial do candidato é sensibilidade para tratar de assuntos delicados que requerem cuidado e descrição.

Os duques de Cambridge, William e Kate Middleton, e o Príncipe Harry são os anfitriões da Royal Foudation [Fotografia: Reuters]

O novo funcionário ou funcionária dos ‘negócios’ da jovem realeza deverá ficar a trabalhar no Palácio de Kensigton, em Londres.
Recorde-se que a Royal Foundation, criada em 2009, tem como objetivo lutar e tratar de causas sensíveis para William, Kate e Harry como por exemplo na divulgação de doenças mentais, no apoio à conservação da fauna selvagem e do bem-estar dos antigos militares britânicos.
Fotografia de destaque: DR
AR