Subir

Lady Gaga ganha o Oscar para melhor momento da noite

Lady Gaga fez a melhor atuação da noite na cerimónia dos Oscars, que se realizou esta madrugada em Los Angeles, nos Estados Unidos, com a interpretação ao vivo e ao piano do tema ‘Till it happens to you’. A música estava nomeada para a categoria de melhor canção original e perdeu a estatueta para ‘Writtings on the wall’ do filme ‘Spectre’. Mas ainda antes de se saber este resultado já Lady Gaga tinha arrancado aplausos largos da plateia.

O momento foi de peso e contou com a apresentação do vice-Presidente dos Estados Unidos que fez um discurso político sobre a violência sexual nos campos universitários. Joe Biden apelou à denúncia destes casos pelas vítimas.

Depois Lady Gaga entrou em cena. Num palco totalmente negro cantou esta música sobre a agressão sexual a que muitas mulheres estão expostas antes de terminarem a faculdade. E ganhou com essa interpretação o Oscar para melhor momento da noite.


Saiba mais sobre esta canção que não ganhou o Oscar


A 88ª cerimónia dos Oscars vai ficar para a história também por Leonardo di Caprio ter recebido finalmente um Oscar para melhor ator. Na categoria de melhor atriz Brie Larson venceu sem surpresas.


Outros artigos relacionados:
Oscars: O que vestiram as estrelas
Cate Blanchett: Evolução de estilo


Veja a lista completa dos vencedores:

Melhor filme:
– “Spotlight”

Melhor realizador:
– Alejandro G. Iñárritu, “O renascido”

Melhor ator:
– Leonardo DiCaprio, “O renascido”

Melhor atriz:
– Brie Larson, “O quarto”

Melhor ator secundário:
– Mark Rylance, “A ponte dos Espiões”

Melhor atriz secundária:
– Alicia Vikander, “A Rapariga dinamarquesa”

Melhor filme de animação:
– “Divertida-mente”

Melhor argumento original:
– “Spotlight” (Tom McCarthy e Josh Singer)

Melhor argumento adaptado:
– “A queda de Wall Street” (Charles Randolph e Adam McKay)

Melhor filme estrangeiro de língua não inglesa):
– “O filho de Saul” (Hungria)

Melhor desenho de produção:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Colin Gibson)

Melhor fotografia:
– “O renascido” (Emmanuel Lubezki)

Melhor guarda-roupa:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Jenny Beavan)

Melhor Montagem:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Margaret Sixel)

Melhores efeitos visuais:
– “Ex Machina” (Andrew Whitehurst, Paul Norris, Mark Ardington e Sara Bennett)

Melhor caracterização:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin)

Melhor Montagem de Som:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Mark Mangini e David White)

Melhor Mistura de Som:
– “Mad Max: Estrada da Fúria” (Chris Jenkins, Gregg Rudloff e Ben Osmo)

Melhor banda Sonora:
– “Os oito odiados” (Ennio Morricone)

Melhor canção original:
-“Writing’s on the wall” (“007-Spectre”), Sam Smith e Jimmy Napes

Melhor documentário:
– “Amy”, de Asif Kapadia

Melhor documentário em curta-metragem:
-“A girl in the river: the price of forgiveness”

Melhor curta-metragem:
– “Stutterer”, de Benjamin Cleary e Serena Armitage

Melhor curta-metragem de animação:
– “Bear Story”, de Gabriel Osorio

CM