Subir

De gótica a “Floribella”. Lembra-se da vocalista dos Evanescence?

A transformação de Amy Lee

Não há fã de música dos anos 2000 que não se lembre de Evanescence. ‘Bring me to life’ e ‘My Immortal’ foram os principais êxitos da banda de rock encabeçada por Amy Lee, que se distinguia das demais vocalistas da sua geração pelo estilo gótico, obscuro, vampiresco. Agora, aos 34 anos, a cantora parece ter deixado para trás as roupas pretas e o eyeliner carregado, para se dedicar inteiramente à música infantil.

E com um visual a condizer com esta sua nova aventura musical, a avaliar pelos visuais coloridos, a fazer lembrar a personagem “Floribella”.

‘Dream Too Much’ é o álbum para crianças que Lee vai lançar a 30 de setembro. Feito a pensar no seu filho de dois anos, Jack, o trabalho de estúdio começou como uma simples brincadeira de Amy com o seu pai. “Ele sempre falou em fazer músicas para o Jack, para que ele guardasse mais tarde. E o meu marido [Josh Hartzler] sugeriu ‘Vocês deviam juntar-se em estúdio'”, contou à revista ‘Rolling Stone’.

Assim foi. Após algumas sessões, o projeto cresceu e acabou por abarcar outros membros da família: Lee e as suas irmãs, Carrie e Lore, ficaram encarregues da voz; o seu pai tocou ukelele, guitarra e banjo; o tio Tom pegou no baixo, na guitarra e na harmónica; e até Jack teve direito a participar nas gravações.

“Mesmo que fossemos os únicos a ouvir este álbum, valeu a pena fazê-lo, porque significa muito para a nossa família. Estou sempre à procura de formas de crescer, criativamente, e esta foi uma surpresa. Nasceu de algo muito puro. Era suposto ser apenas para nós, mas transformou-se em algo muito bonito”, frisou a artista norte-americana.

Apesar de estar “muito orgulhosa” deste trabalho, Amy Lee não planeia levar a família em digressão. “Não digo que não, mas realmente não faz parte dos meus planos. Imagino que poderemos fazer alguns concertos isolados, aqui e ali, mas acho que vou focar-me na próxima fase, que será algo mais centrado na minha carreira musical de adulta”, explicou.

O álbum será lançado, em exclusivo, no serviço Amazon Music. Às músicas originais escritas por Lee, juntam-se clássicos como ‘Rubber Duckie’, da série infantil ‘Rua Sésamo’, ou ‘Hello Goodbye’, dos Beatles.

 

Carolina Morais