Subir

Macau realiza primeira bienal internacional de mulheres artistas

Macau realiza, pela primeira vez, uma bienal internacional de mulheres artistas. Entre as mais de cem pintoras participantes no evento que decorre de 08 de março a 13 de maio, no Museu de Arte de Macau, está a arquiteta portuguesa Marta Ferreira.

“É importante que diferentes artistas mulheres, provenientes de diferentes culturas, possam expressar as suas ideias num espaço comum”, disse, em declarações, à Lusa.

Sobre o trabalho que leva à bienal, a arquiteta portuguesa residente naquela região administrativa especial da China, afirmou refletir “o choque e a adaptação entre dois lados, sejam eles duas culturas ou duas pessoas”.

“É uma oportunidade única poder expressar-me com esta técnica [pintura] e explorar esta relação entre as culturas e o desenho. É especial poder ir além do meu universo pessoal e comunicar o que sinto com outras pessoas. Explorar a técnica, as ideias e mostrar o trabalho ao público”, considerou a artista, cujos trabalhos são maioritariamente concebidos em torno de figuras femininas.

A arquiteta portuguesa destacou a participação de”artistas de todo o mundo” na bienal, com artistas de todos países lusófonos – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – e também representantes de Hong Kong, China, Japão, Rússia, Espanha, Geórgia, Índia, Coreia do Sul e Irão.

Além do trabalho de Marta Ferreira, a mostra, que conta com organização do Albergue da Santa Casa da Misericórdia de Macau, vai contar com obras de Paula Rego (na foto), Graça Morais, Ana Jacinto Nunes e Sofia Bobone, entre outras.

 

com Lusa

Imagem de destaque: Adelino Meireles/Global Imagens