Subir

Mais de 120 artistas candidatam-se à Bienal Internacional Mulheres d’Artes de Espinho

A Bienal Internacional Mulheres d’Artes, que se realiza entre 25 de abril e 24 de junho, em Espinho, recebeu a candidatura de 124 criadoras de 14 países.

Os números foram divulgados esta quarta-feira, 8 de fevereiro, pela Câmara Municipal de Espinho que ainda não selecionou as artistas que serão convidadas a expor na bienal, mas revela que à primeira fase concorreram já 124 autoras oriundas de Portugal, Espanha, Brasil, Venezuela, Chile, Estónia, Moldávia, Congo, França, Itália, Suíça, Alemanha, Angola e Moçambique.

A iniciativa, que irá realiza-se no Museu Municipal de Espinho, tem como objetivo, refere a autarquia, “dar destaque à produção artística protagonizada por mulheres, evidenciando o seu olhar sobre a realidade, numa clara demonstração de pujança da arte e da criatividade no feminino”.

A mostra envolve uma vertente competitiva e a atribuição de prémios cujo valor monetário ascende a dez mil euros, ao mesmo tempo que visa “instituir uma plataforma de divulgação e promoção da produção das artes plásticas, bem como de reconhecimento dos respetivos criadores”.

 

Imagem de destaque: Wallenrock/Shutterstock

AT com Lusa