Meral Aksener: a mulher que quer desafiar o presidente turco Erdogan

O horizonte temporal é 2019, mas os preparativos para as eleições turcas já começaram. A vice porta-voz do parlamento turco e antiga ministra do Interior, Meral Aksener, formou, esta quarta-feira, 25 de outubro, um partido político de centro-direita para concorrer contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Merel Aksener, 61 anos, criou já o Iyi Parti (Partido Bom), em Ancara, com o apoio de um grupo de legisladores que se afastaram do Partido Nacionalista por causa o apoio que a formação concedeu a Erdogan no referendo que reforçou os poderes do chefe de Estado.

Aksener foi a primeira mulher a ocupar o cargo de ministra do Interior na Turquia tendo desempenhado funções governativas entre 1996 e 1997 num executivo de coligação de forças conservadoras.

Na cerimónia de apresentação do novo partido, Aksener admitiu que pode vir a concorrer contra Erdogan nas próximas eleições presidenciais.

CB com Lusa

Imagem de destaque: Twitter