Subir

Mich Turner, a adoçar bocas há mais de 30 anos

Mich Turner

Madonna, Pierce Brosnan, Paul McCartney, David Beckham, Gordon Ramsay, Ozzy Osbourne, Cheryl Cole e até Barack Obama. Todos eles conhecem bem os dotes de Mich Turner – nome artístico de Michelle Karen Turner -, jurada da competição televisiva ‘Britain’s Best Bakery’, do canal britânico ITV. No dia em que a SIC anunciou que vai produzir a versão portuguesa deste formato, nada melhor do que recordar quem é a chef de pastelaria que anda há mais de 30 anos a adoçar bocas.

A lista de clientes de Turner justifica-se com as suas capacidades junto dos açúcares, dos ovos e das farinhas. Capacidades que aperfeiçoa desde que, ainda em tenra idade, se sentava na cadeira da sua cozinha, junto da mãe, a enrolar massa para fazer biscoitos e a fingir que era Delia Smith, a chef britânica que fez sucesso na TV britânica da década de 1970. Com a chegada dos 15 anos veio também a primeira vitória num concurso de pastelaria, o que lhe deu alento suficiente para decidir que era a ela que queria dedicar o resto da sua vida.

Um dos bolos feitos pela chef de pastelaria

Um dos bolos feitos pela chef de pastelaria

E assim fez. Hoje, os seus doces não são apenas deliciosos. O que ela faz assemelha-se à gastronomia molecular. “Quero ter sempre a certeza de que tudo aquilo em que as minhas mãos tocam refletem a melhor técnica e a melhor abordagem científica”, diz a própria, que não se vê apenas como uma chef pasteleira, mas sim como uma “química”. E é por isso que a exigência que pede a si mesma não tem um limite. “Sou a minha maior crítica e estou sempre à procura de fazer melhor”.

“Quero ter sempre a certeza de que tudo aquilo em que as minhas mãos tocam refletem a melhor técnica e a melhor abordagem científica”

Turner tem conseguido fazer as delícias de figuras conhecidas em todo o mundo desde que, em 2005, foi a autora do bolo do 30º aniversário de David Beckham. “Nós somos tão bons quanto a nossa reputação”, assevera. E há clientes que são mais complicados do que outros? “Há trabalhos”. Criar o bolo de comemoração dos 60 anos de casamento da rainha [de Inglaterra], em 2007, foi um deles. E, dizemos nós, o de Sasha Obama, a filha mais nova do presidente dos EUA, em 2009, também não deve ter sido simples. Ou mesmo o que apareceu no filme de 2005 ‘Nanny McPhee’, protagonizado por Emma Thompson e Colin Firth.

O bolo da autoria de Mich Turner no filme 'Nanny McPhee', de 2005

O bolo da autoria de Mich Turner no filme ‘Nanny McPhee’, de 2005

O talento desta amante de pastelaria, mãe de dois filhos e proprietária da Little Venice Cake Company, em Londres, já se traduziu em várias distinções – incluindo a Ordem do Império Britânico pelo seu contributo para a indústria do catering – e na publicação de cinco bestsellers sobre design de bolos. A sua influência? “Quando me perguntavam o que é que eu fazia da vida e eu dizia, as pessoas ficavam a olhar para mim. Agora, conheço advogados e empresários que deixaram as suas atividades profissionais para serem decoradores de bolos”. Está tudo dito.

Ana Filipe Silveira