#Cuéntalo. Movimentos sociais ajudam a denunciar violações

O medo e a vergonha fazem com que muitas vítimas de agressões sexuais se mantenham em silêncio após os crimes. Especialistas acreditam que, tal como em Espanha, muitos casos ficam por denunciar em Portugal

“Um professor violou-me durante dois anos”; “Um tipo drogou-me, colocou algo na minha bebida quando eu era adolescente e aproveitou-se de mim no meio da rua”. Dois exemplos entre centenas de histórias de abusos e agressões sexuais, relatadas nos últimos dias, no Twitter, com a hashtag #Cuéntalo. Um movimento que […]

Leia mais em www.dn.pt

Imagem de destaque: Reuters

Diretora de comunicação da Polícia despedida por criticar o julgamento ‘La Manada’