Subir

Mulheres são mais fit que os homens e há uma razão para isso

As mulheres são naturalmente mais fit que os homens e há uma explicação científica para isso.

Segundo um novo estudo da Universidade de Waterloo, citado pelo site Science Daily, esta semana, o sexo feminino consegue processar oxigénio mais rapidamente que o sexo masculino – um importante fator para obter bons resultados nos exercício aeróbicos.

O estudo comparou a captação e a extração de oxigénio dos músculos entre mulheres e homens, com 18 anos de idade e peso semelhante, durante um exercício de passadeira. A investigação daquela universidade canadiana concluiu que as mulheres ultrapassavam consistentemente os homens, processando o oxigénio 30% mais rápido.

“Descobrimos que os músculos das mulheres extraem mais oxigénio do sangue mais depressa, o que, cientificamente falando, indica um sistema aeróbico superior”, afirma, citado pelo ‘Science Daily’, Richard Hughson, professor na Faculdade de Ciências Aplicadas da Saúde e chefe de investigação nas áreas do envelhecimento vascular e saúde cerebral, em Waterloo.

Thomas Beltrame, o líder da investigação, acrescenta que as conclusões do estudo “contrariam a crença popular de que os corpos masculinos são naturalmente mais atléticos”.

Ao processarem mais rápido o oxigénio, as mulheres são menos propensas a acumular moléculas que estão associadas à fadiga muscular, à perceção do esforço e um fraco desempenho atlético.

Os investigadores ainda não conseguem explicar porque é que isso acontece, mas consideram que o estudo pode levar a uma “mudança na maneira como se aborda a avaliação e o treino atlético”, diz Beltrame.

 

Imagem de destaque: Shutterstock