Há seis novas obras de Vieira da Silva para ver grátis

O Museu Arpad Szenes — Vieira da Silva, em Lisboa, vai celebrar até, 9 de fevereiro, a aquisição, pelo Estado, de seis obras da pintora Maria Helena Vieira da Silva. A partir desta tarde de sábado, 3 de fevereiro, ocasião em que se celebrará oficialmente a compra destes quadros, já é possível visitar o museu de forma gratuita.

De acordo com um comunicado do museu, o público é convidado a ver ou rever “seis obras fundamentais” da pintora portuguesa Maria Helena Vieira da Silva, que passaram a fazer parte do património nacional em dezembro de 2017. Ao longo destes dias de celebração, o museu irá exibir, no auditório, o documentário de 2004 “Vieira da Silva – A Memória do Mundo”, de Alexandre Reina.

Em dezembro do ano passado, o Estado adquiriu, por 5,55 milhões de euros as obras pertencentes aos herdeiros do colecionador e empresário Jorge de Brito (1928-2006). As seis pinturas em causa – “Novembre” (1958), “La Mer” (1961), “Au fur et à mesure” (1965), “L’Esplanade” (1967), “New Amsterdam I” e “New Amsterdam II” (1970) – já se encontravam expostas no Museu Arpad Szènes – Vieira da Silva.

Entre 6 e 28 de fevereiro, o Centro Comercial Amoreiras apresentará naquele espaço comercial a exposição “Uma História de Amor” sobre a vida de Arpad Szenes e Maria Helena Vieira da Silva, em parceria com a fundação dedicada ao património dos artistas. A exposição irá mostrar relatos de uma vida comum, cartas de amor e fotografias do casal, obras e documentação, cujos originais estão no museu.

Imagem de destaque: Global Imagens

Programas mesmo confortáveis para fazer sozinha