Subir

Não é dieta, é um investimento a longo prazo!

Ter o corpo que merece não deve ser um capricho do verão. Se encarar a sua alimentação como um investimento em vez de insistir num compromisso temporário, vai ver que os resultados aparecem – mesmo que isso não aconteça a tempo da época de biquíni mais próxima.

Acima de tudo, pense nas suas rotinas diárias de alimentação e pense nas pequenas alterações que pode fazer para que aquilo que come seja saudável, mas ao mesmo tempo não a deixe infeliz e a pensar em cometer um crime gastronómico.

Podemos começar logo pelo pequeno-almoço, em que pode optar por um belo iogurte grego com baixo teor de gordura, como complemento de uma tigela de granola. De certeza que não vai ficar com fome durante algumas horas e também não vai estar a abdicar do prazer de comer!

DELAS NATIVE_MAQUETE

Este tipo de mudanças podem ser feitas nas várias refeições do dia, sem ter de abdicar de alguns “mimos”, que são naturais e perfeitamente aceitáveis, se forem equilibrados. De que lhe serve cortar uma sobremesa da lista, se isso a deixa stressada ou ansiosa, o que em última análise pode tornar mais difícil manter a disciplina que uma alimentação saudável exige? Uma boa opção será, por exemplo, escolher uma gelatina de iogurte, que não deixa de ser uma excelente sobremesa, mas se for bem escolhida, é uma sobremesa magra e com baixo valor energético.

Se quiser investir em si, nós deixamos uma sugestão: espreite a gama Corpos Danone. Se o nome não fosse suficiente, a simples variedade da oferta é uma garantia de que vai sempre encontrar uma boa opção para fazer o investimento que precisa.

A chave está em procurar boas alternativas às coisas que não contribuem para alcançar os nossos objetivos, evitando oscilações de peso. Mais ou menos como quando um investidor olha para ações de risco, que se calhar no dia seguinte até estão em alta, mas que dois dias depois já valem menos do que quando as comprámos. Nós queremos as ações que de forma estável, nos vão dar dividendos.