Perfumes de luxo ligados a trabalho infantil forçado. Documentário da BBC seguiu a pista do jasmim

pexels-rdne-7683632
[Fotografia: Pexels/RDNE]

O cheiro do Jasmim levou a BBC até ao Egito, um dos maiores fornecedores de flores de jasmim e um dos principais ingredientes dos perfumes, onde encontrou crianças a colherem o material para empresas fornecedoras de marcas de luxo do universo da perfumaria.

Em causa, segundo o documentário Perfume’s Dark Secret (O Segredo Negro dos Perfumes, em tradução literal) e que fez a investigação no verão do ano passado, estão os perfumes Idôle L’Intense, da Lâncome, da L’Oreal, e os Ikat Jasmine e Limone Di Sicilia, da Aerin Beauty, da Estée Lauder. Ambas marcas afirmam intolerância para com o trabalho infantil forçado e a segunda já terá contactado os fornecedores para obter explicações, segundo avança a BBC.

De acordo com o que foi avançado pelo documentário, as crianças que participam nesta exploração laboral infantil, muitas delas fazem-no para ajudarem financeiramente as famílias, trabalham em contacto com pesticidas e mosquitos, com sérios riscos de desenvolverem alergias ou doenças piores. O trabalho é feito frequentemente para pequenas empresas agrícolas que fornecem depois os gigantes da indústria da beleza.