Subir

Petição exige que Jesse Williams deixe ‘Anatomia de Grey’

Duas semanas depois de o ator ter dado que falar com o seu discurso anti-discriminação racial nos BET Awards, prémios que reconhecem o trabalho de afro-americanos e de minorias étnicas no cinema, música e desporto, entre outras artes, uma petição pede que Jesse Williams seja despedido do elenco de ‘Anatomia de Grey’.

O documento digital, que já soma mais de 26 mil assinaturas, apela também para que deixem de ver os programas da ABC, que emite o drama médico de sucesso, e que deixe de seguir o perfil dos seus conteúdos nas redes sociais.

No discurso mais comentado dos BET Awards, nos quais foi distinguido pelo seu trabalho na organização Black Lives Matter, que apela ao fim da violência contra a comunidade negra, Jesse Williams frisou: “Este prémio é para todos os ativistas, advogados, pais em dificuldades, famílias, professores, estudantes que se aperceberam que o sistema está construído para nos dividir, empobrecer e destruir. Quanto mais aprendermos sobre quem somos e como chegámos até aqui, mais nos vamos mobilizar. Olhamos para os dados e sabemos que a polícia conseguiu, de alguma forma, desarmar e não matar pessoas brancas todos os dias, e em menor número. Por isso, o que vai acontecer é que iremos obter direitos iguais e justiça no nosso país, ou teremos de reestruturar a função da polícia e a nossa”, explicou o ator.

“Jesse Williams lançou uma onda de comentários inapropriados, pouco profissionais e racistas contra os agentes de polícia e os caucasianos. Se as suas palavras ofensivas tivessem sido ditas por alguém de outra raça que não fosse a afro-americana, tinha sido humilhado publicamente, despedido do seu trabalho, perdido apoios e campanhas de publicidade”, lê-se na petição em curso.

Jesse Williams integra o elenco de ‘Anatomia de Grey’ há já sete temporadas, na pele de Jackson Avery.

Nuno Cardoso