Subir

#PowerGirl: estudante portuguesa ganha prémio na ONU

‘See actions, not colors’ (vê as ações, não as cores) é o pequeno filme com que Joana Maria Sousa venceu a competição do Plural+17 Youth Video Festival. A aluna da Universidade Lusófona recebeu o prémio em Nova Iorque, na sede ONU, uma vez que o festival de vídeos com mensagens antiracismo foi promovido pela Aliança das Civilizações das Nações Unidas. O filme mostra a visão de um cão que, por ser daltónico, acolhe com o mesmo entusiasmo as brincadeiras de pessoas de várias cores de pele e cabelo.

Joana Maria Sousa disse em declarações à TSF que a ideia lhe surgiu ao observar o comportamento da própria cadela.

O spot foi criado na unidade curricular de atelier de publicidade do 3º ano licenciatura em cinema. Nesta cadeira, os alunos trabalham sobre um briefing real proposto por um “cliente externo”, neste caso o Conselho da Europa, numa colaboração da Universidade com esta instituição que já dura há cinco anos.

O briefing deste ano propunha a produção de spots contra a discriminação para exibição em TV e web.

O prémio consiste na participação no “Danúbio – Barco da Paz”, organizado pelo Education Media Centre em Belgrado. É uma iniciativa que vai acontecer no próximo verão, pelo Danúbio, e em que cada um dos participantes/ convidados vai elaborar um projeto relacionado com o tema da paz. Joana Maria Sousa realizou o filme, com produção de Joana Vieira.