Subir

#Powerwomen: Inês Henriques e Joana Schenker nomeadas para atletas do ano

As atletas Inês Henriques e Joana Schenker estão entre as nomeadas para o prémio de atleta feminina do ano atribuído pela Confederação do Desporto. A seleção feminina de futebol também concorre na categoria da equipa de 2017, ao lado da equipa de atletismo do Sporting, da seleção nacional de hóquei em patins sub-20, da seleção nacional de seniores masculinos de ténis de mesa da equipa de triatlo do Benfica.

Inês Henriques sagrou-se campeã do mundo nos 50 quilómetros marcha, enquanto Joana Schenker alcançou o título mundial de bodyboard. À margem da cerimónia de apresentação dos nomeados nas cinco categorias, que decorreu em Lisboa, ambas as atletas mostraram-se satisfeitas por estarem distinguidas.

“Significado muito importante, porque as pessoas estão a reconhecer o que consegui conquistar este ano, com a introdução dos 50 quilómetros no campeonato do mundo. Para mim, essa foi a maior vitória. Depois consegui demonstrar tudo o que queria, ao ser campeã do mundo e com recorde do mundo, demonstrando que as mulheres podiam”, referiu Inês Henriques.

Joana Schenker partilhou das palavras da marchadora: “Fico muito feliz. É uma honra estar ao lado destas atletas e ver, finalmente, o bodyboard aqui representado. Já merecia, é um reconhecimento. É sempre muito bom e qualquer uma que ganhar será justo.”

Na divulgação dos 25 nomeados para as cinco categorias, destaca-se também a seleção nacional feminina de futebol, depois de conseguir o apuramento inédito para campeonato da Europa, na Holanda, no qual não foi além da fase de grupos.

Quanto aos atletas masculinos, o motociclista Miguel Oliveira, que terminou a temporada de Moto2 no terceiro lugar, e o surfista Frederico Morais, estreante no principal circuito da modalidade, são os principais candidatos à vitória.

A votação decorre até 16 de janeiro e os vencedores serão anunciados numa gala marcada para o dia 17 do mesmo mês, no Casino Estoril, em Lisboa.

Lista dos 25 nomeados:

Treinador do ano: Hugo Canela (Andebol), Jorge Miguel (Atletismo), Hélio Lucas (canoagem), Equipa técnica nacional (Surf) e Lino Barruncho (triatlo).

Jovem promessa ano: Sérgio Maciel (canoagem), Maria Martins (ciclismo), Bruno Fernandes (futebol), Vasco Vilaça (Triatlo) e Evelise Veiga (atletismo).

Equipa do ano: Sporting (atletismo), seleção nacional A feminina (futebol), seleção nacional de hóquei em patins sub-20 (patinagem), seleção nacional de seniores masculinos (ténis de mesa) e Benfica (triatlo).

Atleta feminina do ano: Inês Henriques (marcha), Teresa Portela (canoagem), Cláudia Neto (futebol), Cláudia Santos (desporto para com deficiência-atletismo) e Joana Schenker (surf).

Atleta masculino do ano: Nélson Évora (atletismo), Fernando Pimenta (Canoagem), Ricardinho (futsal), Miguel Oliveira (motociclismo) e Frederico Morais (surf).