Subir

‘Caça-Fantasmas’. O fenómeno regressa no feminino e não agrada a todos

Melissa McCarthy, Kate McKinnon, Kristen Wiig e Leslie Jones

Melissa McCarthy, Kate McKinnon, Kristen Wiig e Leslie Jones. São elas as responsáveis pelo regresso da saga ‘Caça-Fantasmas’ (‘Ghostbusters’, no título original) ao grande ecrã. As estrelas do remake que chega às salas de cinema portuguesas a 14 de julho estiveram esta quarta-feira no talk show de Ellen DeGeneres e, sem papas na língua, deram aquela que foi a sua primeira entrevista conjunta em televisão.

Fiéis ao registo de comédia que sempre as definiu, as protagonistas começaram por desabafar sobre os seus primeiros empregos – Jones recuou aos seus tempos em que era operadora de telemarketing para a Igreja da Cientologia e Wiig aos momentos áureos como dançarina de varão – antes de defenderem o reboot do clássico dos anos 1980.

“Tem muitos dos elementos familiares, mas com novas pessoas e melhores efeitos especiais”, garantiu Melissa McCarthy.

Apesar de ter a bordo vários elementos do elenco original, o novo ‘Caça-Fantasmas’ – cujos custos de produção estão na ordem dos 150 milhões de dólares (134,5 milhões de euros) – tem sido largamente criticado pelos fãs de longa data, que já tornaram o respetivo trailer no vídeo com maior número de ‘não gosto’ na história do YouTube. Os comentários mais negativos salientam, precisamente, que os papéis principais não deveriam ter sido entregues a mulheres, por defraudar o quarteto original da saga – que foi interpretado por Bill Murray, Harold Ramis, Ernie Hudson e Dan Aykroyd.

A animosidade para com o novo filme chegou a tal ponto que a produtora Sony decidiu, recentemente, publicar um novo trailer, mas fê-lo no Facebook em vez de o fazer naquela plataforma de partilha de vídeos. Nas palavras do ‘The Hollywood Reporter’, este foi um “esforço deliberado para combater a cacofonia de reações negativas que emanam de minorias online bastante vocais”.

A passagem das atrizes pelo ‘The Ellen DeGeneres Show’, da NBC, fez também parte da estratégia para acalmar a onda de críticas, dando destaque ao humor e carisma de cada uma das intérpretes. Todas elas com um certo estatuto no universo humorístico, já se cruzaram em vários espetáculos stand-up comedy, projetos de televisão e de cinema – entre os quais o filme de 2011 ‘A Melhor Despedida de Solteira’ e o programa ‘Saturday Night Live’.

 

Carolina Morais