Subir

Reino Unido elege número recorde de deputadas

Nunca houve tantas mulheres a ganharem vez e voz na Câmara dos Comuns do parlamento britânico como agora. Quem o diz são os media ingleses numa das análises que traçam às eleições gerais antecipadas desta quinta-feira, 8 de junho.

De acordo com os números avançados, foram eleitas 207 deputadas. Nas últimas eleições gerais, de 2015, tinham sido 191. Mas com as by-elections (eleições especiais para cargos deixados vagos por falecimento ou demissão dos deputados e deputadas em exercício), as mulheres no parlamento passaram a ser 196. É importante vincar que os resultados ainda estão a ser apurados.

Os Conservadores, liderados pela atual primeira-ministra, Theresa May, foram o partido mais votado nas eleições desta quinta-feira, mas sem a maioria absoluta necessária para governar – conquistaram 318 lugares, no parlamento (menos 10 que em 2015) e precisavam de 326.


Leia também: Mulheres pouco representadas nas preocupações eleitorais britânicas
e a opinião de cinco investigadoras portuguesas no Reino Unido sobre as eleições


Com os resultados das eleições já praticamente finalizados, o Partido Trabalhista, de Jeremy Corbyn, somou 261 deputados (tinham 229 lugares), enquanto o Partido Nacionalista Escocês (SNP) elegeu 35 assentos (menos 21 do que em 2015) e os liberais-democratas com 12, o Partido Democrático Unionista (DUP) 10, o Sinn Féin sete – ambos da Irlanda do Norte e a registar subidas no número de deputados eleitos – os nacionalistas galeses do Plaid Cymru quatro, os Verdes um e um independente na Irlanda do Norte.

Imagem de destaque: Reuters

Ana Tomás