Subir

António Guterres saúda medida saudita para autorizar mulheres a conduzir

O secretário-geral das Nações Unidas saudou esta quarta-feira, 27 de setembro, a decisão da Arábia Saudita de autorizar as mulheres a guiar no reino ultraconservador, a partir do próximo verão.

“Congratulo-me com a decisão da Arábia Saudita de levantar a proibição de as mulheres conduzirem. É um passo importante na direção certa”, escreveu António Guterres, no Twitter.


Leia mais sobre esta matéria aqui

Conheça também as mulheres que estão a trabalhar com Guterres, na ONU


A Arábia Saudita é o único país no mundo que impede as mulheres de conduzir. A alteração surgiu através de um decreto real e foi noticiada pelos media estatais na terça-feira à noite, tendo efeito a partir de junho do próximo ano.

“Avanço positivo”, diz Trump

Também o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, congratulou a decisão da Arábia Saudita de autorizar as mulheres a conduzir como um “avanço positivo”.

“O Presidente Donald J. Trump saúda a decisão do reino saudita de autorizar as mulheres a conduzir”, declarou a Casa Branca em comunicado.

“É um avanço positivo para a promoção dos direitos das mulheres na Arábia Saudita“, afirmou.

CB com Lusa

Imagem de destaque: Shutterstock