Subir

Sia vai dar concerto grátis para apoiar direito ao aborto

Sia tem 40 anos

Esconder o rosto em palco pode ser a sua imagem de marca, mas não é isso que a impede de dar a cara por aquilo em que acredita. A cantora australiana vai dar um concerto grátis em Cleveland, EUA, no dia 10 de setembro, para apoiar e sensibilizar para o direito ao aborto.

Este, apesar de ser o mais mediático, é apenas um de 30 espetáculos de entrada livre, promovidos pela organização All Access Coalition, que vão acontecer simultaneamente em Atlanta, Chicago, Miami e Filadélfia. Cleveland será também palco de uma atuação musical da artista latina Natalia Lafourcade e de uma performance de stand-up comedy de Leslie Jones, estrela do novo filme ‘Caça-Fantasmas’ e do programa ‘Saturday Night Live’.

“Precisamos de nos unir e de ajudar a criar o futuro que queremos ver. Existe tanto apoio a uma sociedade inclusiva, equitativa, e está na hora de demonstrar o nosso poder coletivo”, frisou Sia, em comunicado.

Não é por acaso que o principal concerto desta iniciativa decorre em Cleveland, Ohio. Este é um dos estados norte-americanos que, por ter em maioria congressistas que se opõem à legalização do aborto, implementada em 1973 pelo Supremo Tribunal, aplica as chamadas “leis do gatilho”, ou seja, que dificultam ao máximo o acesso das mulheres à interrupção da gravidez. Segundo a All Access Coalition, cerca de 90% dos estados norte-americanos não têm qualquer centro clínico ou profissional médico para a realização de essas intervenções.

Depois deste concerto, Sia dará início à digressão Nostalgic for the Present, a primeira nos EUA em cinco anos.

Carolina Morais / Fotografia: Reuters