Subir

Telma Monteiro “muito satisfeita” no regresso a Portugal

Telma Monteiro

A judoca Telma Monteiro, medalha de bronze nos -57 kg, disse esta quarta-feira estar “muito satisfeita” no regresso a Portugal com o troféu ao peito, mostrando-se igualmente feliz por ter ultrapassado as dificuldades encontradas nos Jogos Olímpicos Rio2016.

“Estou muito satisfeita. Ia com grandes expectativas de conseguir vencer as adversidades, trazer uma medalha e estou feliz por ter chegado a Portugal e ter conseguido”, começou por dizer a atual número oito do ‘ranking’ mundial na chegada ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.


Leia também o artigo: Jogos Olímpicos: As mulheres fizeram história no Rio


A judoca do Benfica frisou que a coragem foi a ‘receita’ para o sucesso, lembrando a lesão sofrida no joelho meses antes da participação no Rio.

“Não há limites. Eu sempre pensei que não há limites depois da lesão e de ter sido operada. Tinha os meus receios e as minhas dúvidas, mas prevaleceu a coragem e isso deve ser um exemplo até ao fim”, reiterou.

Telma, que selou a 24.ª medalha da história de Portugal nos Jogos Olímpicos, a segunda no judo, confessou ainda que os “próximos tempos vão ser passados a descansar e a avaliar a situação do ombro”.

Questionada sobre a participação nos Jogos Tóquio2020, a judoca não quis estabelecer uma meta, salientando a importância e a vontade de continuar a trazer medalhas para Portugal.

“Ainda é cedo para falar num objetivo concreto. Quero continuar a ganhar medalhas em Europeus, Mundiais e traze-las para Portugal, que isso é muito importante. Depois disso é conseguir o apuramento para Tóquio”, explicou.

A terminar, Telma Monteiro disse ainda que “os resultados” dos outros atletas lusos no Rio “foram muito bons, de excelência, acreditando que “todos vão continuar a trabalhar e a superar as críticas, mesmo as destrutivas”.

Lusa