Subir

Um amor e uma cabana

Suportes de bicicleta em carvalho maciço criados pela designer alemã Sandra Thomsen, elegantes canetas Kaweco, passando por um simples poster com baleias ou uma tesoura de cozinha em ferro preto vinda da Dinamarca, cada objeto passa por um rigoroso processo de seleção e envolvimento pessoal. Na loja online Cabana não se encontra apenas o amor do casal português que está por trás do conceito: há o amor dos dois pelo projeto, que gerem no tempo que lhes sobra depois do trabalho, e o amor declarado por cada um dos produtos escolhidos para o catálogo.

“São produtos dos quais gostamos muito os dois. Nenhum é escolhido pelo seu potencial de venda ou algo do género. São mesmo coisas que usamos regularmente. É quase como se fosse a nossa casa”, explica Marta Braga, jornalista a tempo inteiro que decidiu criar esta Cabana em conjunto com o namorado Álvaro Ramos, gestor de produto.

“Somos apaixonados por coisas bonitas. Era só por isso que queríamos ter uma loja. E isto são marcas com as quais nos vamos cruzando através das revistas e dos blogs que lemos.”

Estão sempre atentos a novidades e a coisas que possam ser especiais para os seguidores da Cabana. A descoberta mais recente são os produtos naturais da Farmers: cremes e loções que vão ser comercializados em breve na loja.

“São feitos por uma jornalista canadiana que decidiu mudar de vida e passou a viver numa quinta. É lá na quinta que se planta toda a lavanda que depois é usada nos produtos.”

Depois de escolherem um produto, que vem sempre com histórias, o envolvimento continua. Fotografam em casa um a um, num estúdio improvisado, para que a imagem se enquadre na linha visual da loja. Depois ainda se dedicam a escrever o blog que segue em paralelo, com entrevistas a pessoas com as quais a marca Cabana se identifica e episódios relacionadas com os produtos do catálogo. Isto tudo no serão ou aos fins-de-semana.

“Deixámos de ter tempos livres mas não nos importamos. Sempre se disse que quem corre por gosto não cansa.”

Há também o cuidado de criar parcerias com marcas nacionais que despertam um interesse especial em Marta e Álvaro. É o caso do toat bag desenvolvido em parceria com a Ideal & Co, produzido em teares antigos e com pele de curtimenta vegetal livre de crómio, ou dos lenços de bolso Mr. Veggie criados por André Marinho e manufaturados pela sua avó.
Foi também assim que nasceu um dos produtos que já se tornou dos mais icónicos – e exclusivos – da Cabana. A caixa de receitas Grafolita, inspirada em tempos mais antigos e desenhada para a marca pela designer Catarina Vaz.

“É executada por um encadernador português e também passa por um dourador. Queremos aproveitar esta oportunidade para ir também buscar coisas nossas que se estão a perder, como estes dourados artesanais e estas coisas que são feitas à mão por quem as sabe fazer.”

A acompanhar a caixa, que além da gravação a ouro é toda forrada a linho, vêm 6 separadores e 12 cartões para escrever as receitas como as avós costumavam fazer – e, caso não cheguem, o site também disponibiliza as recargas.
Com uma identidade tão marcada e uma proposta que segue a via da cumplicidade, é natural que tenha vontade de visitar a Cabana sem ser apenas no mundo virtual.

“A ideia inicial era mesmo abrirmos uma loja, mas isso é mais complexo e implica custos que não queremos assumir para já.”

Mas isso não significa que de vez em quando a Cabana não se materialize. Foi para isso que Gonçalo Prudêncio criou uma cabana de verdade que eles usam sempre que decidem aproximar-se dos clientes e apresentar os produtos do site numa pop-up store.
Já aconteceu duas vezes – uma n’O Apartamento e outra na galeria Domo, ambos em Lisboa – mas já estão a ser acertadas datas e locais para que aconteçam mais vezes. O truque é ficar atento às informações que serão disponibilizadas no site ou na página de Facebook da Cabana.

“Ainda este ano queremos ir a sítios fora de Lisboa.”

Até porque esta cabana anda sempre às costas do casal que a criou e o amor que a preenche tem mesmo de transbordar para fora da internet.

Catarina Homem Marques