Subir

Fogos: concerto solidário de Márcia e Tiago Bettencourt esgota e tem nova data

Dia 31 de janeiro, às 21h30, a cantora Márcia e o músico Tiago Bettencourt voltam a subir ao palco do Teatro da Trindade, em Lisboa, para um segundo concerto solidário. Depois do primeiro, agendado para o dia antes – 30 de janeiro -, ter esgotado em menos de uma semana, os dois artistas repetem o espetáculo que tem como objetivo ajudar quem perdeu quase tudo nas aldeias de Treixedo e Nagozela, distrito de Viseu, no incêndio de 15 de outubro de 2017.

Nas redes sociais Márcia e Tiago Bettencourt fizeram questão de partilhar o cartaz do evento juntamente com uma mensagem onde agradeceram a aderência por parte do público: “A nossa noite no Teatro da Trindade esgotou tão depressa! OBRIGADA em nosso nome e da Tudo ou Nada. Abrimos uma nova data para continuar esta boa onda de solidariedade”, escreveu Márcia na sua conta oficial de Facebook. Também Tiago Bettencourt recorreu às redes sociais: “Estamos muito felizes por anunciar que depois de esgotarmos em tão pouco tempo a nossa data de 30 de Janeiro, abrimos nova data a 31 de Janeiro! Todos os lucros revertem a favor da associação TUDO OU NADA. Muito obrigado a todos os que já se juntaram a esta iniciativa”, escreveu no Facebook e Instagram.

Cartaz partilhado pelos artistas nas suas redes sociais. [Imagem: Facebook]

Só com as vendas dos bilhetes para o primeiro concerto já foram arrecadados mais de seis mil euros. Cada entrada tem um custo de €15 por pessoa, apenas os camarotes centrais ficam por €60.

O espetáculo em formato acústico, com os artistas acompanhados das suas guitarras, está associado ao movimento Tudo ou Nada, criado pela escola Raiz e com o apoio da Deco e de voluntários de todo o país. Prestar apoio psicológico e ajudar na reorganização da comunidade são os principais objetivos.

“Depois de momentos destes [de sofrimento], surgem também oportunidades. Surgem momentos de solidariedade, de entreajuda, de união. Surgem momentos em que a reconstrução pode até trazer um futuro melhor, ajudar a potenciar o poder local, a fixar novos postos de trabalho. A nossa ambição é ajudar a deixar Treixedo e Nagozela melhor do que antes de 15 de Outubro”, declarou Afonso Almeida Fernandes, porta-voz do movimento Tudo ou Nada.

[Imagem de destaque: DR]

Madonna reage aos fogos em Portugal: “Vamos rezar”