Veja a nova peça que Joana Vasconcelos vai apresentar em Bilbao

Uma máscara feita com espelhos sobrepostos vai ser ‘estrela’ da exposição “I’m your mirror”, que Joana Vasconcelos inaugura a 29 de junho, no Museu Guggenheim Bilbao, em Espanha.

Será mais uma obra de arte de grandes dimensões e, à semelhança daquilo que a artista portuguesa já nos habituou, usando objetos do quotidiano.

Para mostrar o processo de criação desta peça, que representa uma metáfora das várias facetas humanas, a página oficial de Facebook do Museu Guggenheim de Bilbao divulgou o vídeo, abaixo, onde se pode ver o processo de montagem da máscara.

Joana Vasconcelos

¿Quieres sentirte como si estuvieras dentro de tu ojo? ¿Dimensionar el espacio desde otro punto de vista? Muy pronto, Joana Vasconcelos nos ayuda a quitarnos la máscara y a mirar por esa ventana diferente en el Museo Guggenheim Bilbao

Publicado por Museo Guggenheim Bilbao em Quarta-feira, 6 de Junho de 2018

“Esta é a peça principal da exposição, entre algumas novas peças que vou mostrar, e está associada ao luxo e ao consumismo”, diz a artista no vídeo, acrescentando que a obra tem um duplo sentido: que ao tirar a máscara pretende mostrar uma parte muito importante do seu corpo de trabalho.

A máscara veneziana “I’m Your Mirror” é feita com 231 molduras de duplo espelho e tem um peso aproximado de 2,5 toneladas.

Além de dar nome à mostra, a peça “vai permitir, ao longo dos anos, criar novos ambientes e perspetivas, quando for exposta noutros lugares”, bem como mostrar “a dimensão doméstica, portuguesa e internacional” da sua obra, explica a artista no vídeo.

Ao mesmo tempo faz a ligação entre passado, presente e futuro do percurso de Joana Vasconcelos.

Segundo revelou a artista, no passado mês de fevereiro, numa apresentação da exposição aos jornalistas, a exposição reunirá 35 obras, 14 das quais novas.

A par da máscara veneziana, destaca-se um anel solitário, com três toneladas, feito com jantes de carros e copos de cristal. Serão duas das obras que ficarão expostas no exterior do museu, tal como o “Pop Galo”, um gigantesco Galo de Barcelos em azulejo e luzes LED, que iniciou no final de 2016 em Lisboa uma itinerância por várias cidades do mundo.

No átrio do Guggenheim Bilbao, o espaço central do museu, ficará uma obra ‘site specific’ (feita de propósito para o local), da série “Valquírias”, com 30 metros de altura, 36 de largura e 45 de profundidade, que entra pelos cantos e ângulos que Frank Gehry (arquiteto que projetou o museu) desenhou para o Guggenheim.

Ao Guggenheim, Joana Vasconcelos irá também levar algumas das suas peças mais icónicas como “A Noiva”, um candelabro feito com tampões, ou “Marilyn”, um par de sapatos de salto alto feito com panelas, e outras peças das séries “Urinóis”, “Pinturas em crochet” e “Bordalos”.

A obra mais antiga que estará em exposição data de 1997, ano em que o Museu Guggenheim Bilbao abriu ao público.

A artista tem uma equipa de cerca de 60 pessoas a trabalhar na produção da mostra, que ficará em Bilbao até novembro que está preparada para uma itinerância, estando Petra Joos a trabalhar com Serralves e Roterdão para o acolhimento da mostra.

Mulheres artistas presentes em Bilbao

Esta exposição insere-se na “linha de pensamento curatória do Museu Guggenheim Bilbao, iniciada há quatro anos, de grandes exposições de mulheres artistas“, referiu Petra Joos, uma das comissárias da mostra, quando foi apresentada, em Lisboa.

O Museu de Guggenheim faz também parte de uma lista de entidades reconhecidas pelo governo basco como promotoras de avanços na igualdade de oportunidades entre mulheres e homens, no seio das suas próprias organizações.

No caso de Joana Vasconcelos, “I’m your mirror” marca também uma estreia: é a primeira exposição individual de um artista português no museu de Bilbao.

 

AT com Lusa

Imagem de destaque: Gerardo Santos/ Global Imagens