Subir

Web Summit: Nobel da Paz explica como tecnologia e ambiente podem ser aliados

Jyoti Kirit Parikh

Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos da América e uma das figuras mais conhecidas no debate mundial contra as alterações climáticas, foi o orador escolhido para encerrar, esta quinta-feira, 9 de novembro, a edição deste ano da Web Summit.

Mas o autor do documentário ‘Uma Verdade Inconveniente’ não foi o único a vir falar sobre as mudanças ambientais à cimeira tecnológica que, pelo segundo ano, se realizou em Lisboa. A cientista Jyoti Kirit Parikh, diretora executiva do instituto Integrated Research for Action and Development (IRADe), de Nova Deli, na Índia, também esteve no Parque das Nações para participar na conferência ‘O planeta está sob ameaça. A tecnologia tem respostas?’, que se realizou na terça-feira, mas apenas para convidados.

Jyoti Kirit Parikh, que em 2007 ganhou com Al Gore e outros o Prémio Nobel da Paz, atribuído a um Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPPC), acredita que “a tecnologia e o ambiente podem ser aliados. Mas sem se olhar a todas as suas consequências podemos ter resultados inesperados”, afirmou numa entrevista ao Delas.pt, à margem da cimeira, que poderá ler na íntegra em breve.

A cientista e antiga conselheira para a área da energia do governo indiano, do Banco Mundial e de diversas instituições das Nações Unidas dá como exemplo o que aconteceu no seu país, tal como noutras regiões do globo, pelo facto de o foco ser exclusivamente o avanço tecnológico.

“Nos anos 50 ninguém esperava que os carros e a mobilidade pudessem trazer tantos problemas ambientais e agora sabemos. Mas para a minha cidade, Deli, talvez seja demasiado tarde.”

Jyoti Kirit Parikh explica que “em determinados sítios, as escolas estão a ser fechadas por causa da poluição do ar” e “mesmo na energia, só agora estamos a pensar e a ver o que podemos fazer”.

Aos 76 anos, a cientista, física de formação, que agradece a oportunidade de estar numa cimeira abrangente como a Web Summit, que lhe permite aprender “coisas que não conhecia” e utilizá-las no seu trabalho, está atualmente a preparar um projeto para baterias alimentadas a energia solar.

A Web Summit termina esta quinta-feira, mas até 17 de novembro, as questões climáticas, continuam a ser debatidas, ao mais alto nível, na cimeira da ONU, a decorrer em Bona, na Alemanha.