Adele chora ao homenagear vítimas de massacre ‘gay’

A cantora britânica de 28 anos

A cantora britânica, que atuou na noite deste domingo na Bélgica, dedicou o seu concerto às vítimas do massacre gay que vitimou 50 pessoas numa discoteca em Orlando, EUA. Adele não conteve as lágrimas quando falou sobre o tiroteio que tem chocado o mundo ao seu público belga.

“A comunidade LGBT… Eles são as minhas almas gémeas desde que sou criança, por isso estou muito emocionado com tudo isto”, disse Adele, em lágrimas, em Antuérpia.

A britânica de 28 anos, que continua em digressão pelo mundo para promover o seu último disco, ’25’, junta-se a um leque de figuras públicas que tem demonstrado nas redes sociais a sua solidariedade para com as vítimas e as respetivas famílias do massacre. Hillary Clinton, Kim Kardashian, Ellen DeGeneres, John Legend, Ariana Grande, Debra Messing, Julianne Moore, Adam Lambert, Boy George e Kirstie Alley, entre outros, são apenas alguns dos exemplos.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Lily Allen vence batalha judicial contra o seu per…