Emma Watson promete lutar ainda com mais força pelos direitos das mulheres

Emma Watson

A atriz e ativista Emma Watson, que tem lutado nos últimos anos pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, publicou na sua conta de Twitter uma mensagem de força e convicção. “Vou lutar ainda com mais força pelas coisas em que acredito”, escreveu a também Embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas para a Igualdade de Género e Poder das Mulheres.

Depois da vitória de Donald Trump nas presidenciais norte-americanas, Watson, que alinhava com a candidata democrata Hillary Clinton, distribuiu livros no metro de Nova Iorque. A atriz eternizada pelo seu papel de Hermonie na saga ‘Harry Potter’ escolheu obras de Maya Angelou, uma ativista norte-americana que foi considerada uma porta-voz dos direitos civis das mulheres e da comunidade afro-americana.

O livro de Maya Angelou que a britânica de 26 anos escolheu, chama-se ‘Mãe & Eu & Mãe’, um best-seller do ‘New York Times’. A obra trata da relação da ativista Angelou com a sua mãe, Vivian Baxter, que a mandou para casa do irmão mais velho quando Maya tinha apenas três anos. O sentimento de abandono que assolou Maya Angelou durante anos é o tema principal do livro.

A campanha de Watson insere-se no seu projeto O Nosso Eu Partilhado, um clube feminista de leitura, onde a atriz reúne várias obras literárias sobre a igualdade de direitos. Outras autoras destacadas no clube de leitura de Watson são Gloria Steinem, Carrie Brownstein e a franco iraniana Marjane Satrapi.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Bárbara Guimarães estreia-se como atriz no teatr…