Elisa Ferreira a caminho do Banco de Portugal

A eurodeputada socialista Elisa Ferreira  deverá ocupar cargo no Banco de Portugal (Lisa Soares/Global Imagens)

A eurodeputada do PS Elisa Ferreira está de saída do Parlamento Europeu para ocupar um lugar na administração do Banco de Portugal (BdP). A notícia, avançada pelo Jornal de Negócios, indica mesmo que a socialista, membro da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários do Parlamento Europeu, poderá a suceder a António Varela, que se demitiu do cargo de vice-governador do BdP em março último. A eurodeputada socialista deverá assumir a pasta da supervisão bancária.
A resposta junto do gabinete de Elisa Ferreira é, para já, lacónica: “Não há comentários”, reiterou a assessoria ao Delas.pt. Licenciada em Economia na Universidade do Porto, e com mestrado e doutoramento na área pela Universidade de Reading, no Reino Unido, a atual eurodeputada foi também ministra do Planeamento e do Ambiente nos dois governos de António Guterres.
O possível regresso de Elisa Ferreira a Portugal para um cargo de supervisão financeira era já comentado nos corredores do poder. Mas terá sido o comentário do presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, num encontro com eurodeputados em Estrasburgo e que decorreu na terça-feira, 12 de abril, que precipitou a notícia e destapou, ainda que de forma evasiva, o véu em torno de uma possível transferência. “Acontece, quem sabe, se não haverá aqui perdas relativas. Há enriquecimento de outras áreas de quem pode continuar a fazer a ponte com o domínio financeiro”, afirmou o Presidente da República.
A TVI 24 antecipava, na noite de terça, a vinda de Elisa Ferreira e elencava três possibilidades. Para além da eventual ida para o Banco de Portugal, a estação avançava a ida para a liderança da CMVM – uma vez que a nova Lei-Quadro dos reguladores determina a alternância de género na presidência e agora a escolha ter de recair sobre uma mulher – ou a escolha como administradora da Caixa Geral de Depósitos (uma vez que o primeiro-ministro e o ministro das Finanças estão a fazer diversos contactos nesse sentido).


Leia outros artigos sobre mulheres e poder:

Mulheres na liderança aumentam os lucros das empresas
Mulheres ao poder nas empresas
Porque é que elas continuam a ganhar menos do que eles

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Nações Unidas: Guterres na corrida ao lado de qu…