Espanha desmantela rede de exploração de mulheres

Polícia espanhola

A polícia espanhola anunciou este sábado que deteve 18 pessoas suspeitas de pertencerem a uma rede nigeriana de exploração sexual de mulheres, que atuava em Espanha, Itália, Alemanha e Bélgica.

Link_Lactose

Com estas detenções, que ocorreram em Madrid, Tenerife, Bilbau, Cáceres e Benidorm, a polícia acredita ter desmantelado uma rede que captava as vítimas na Nigéria, onde eram submetidas a rituais de vudu, explica numa nota a Polícia Nacional.

Posteriormente, as mulheres eram enviadas para a Europa onde eram obrigadas a prostituir-se e a cometer pequenos furtos na via pública, acrescenta a polícia.

As vítimas eram acompanhadas pelos membros da organização por terra para a Líbia, de onde eram levadas para Itália em embarcações precárias e depois para Espanha por via aérea.

A líder do grupo é uma mulher nigeriana estabelecida em Alcalá de Henares (Madrid), refere a polícia espanhola na mesma nota.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Costa pede respostas a ministra sobre falhas do SI…