Cate Blanchett, o taxista e o perfume exclusivo

Nominee Cate Blanchett of 'Notes on a Scandal,' nominated for performance by an actress in a supporting role attends the 79th Annual Academy Awards in Hollywood, California, February 25, 2007.     REUTERS/Lucy Nicholson (UNITED STATES - OSCARS) - RTR1MU9E

É um episódio caricato, o que aconteceu com Cate Blanchett durante uma viagem de táxi. Tudo começou quando o motorista com conduzia a atriz numa cidade norte-americana lhe perguntou que perfume estava a usar. A namorada fazia anos daí a uns dias e gostou tanto da fragrância que pensou em comprar-lhe uma igual.

“Fiquei tão comovida que lhe ofereci o meu fraco. Era um perfume exclusivo da Armani Prive e eu não tinha outro, mas decidi dar-lhe porque tive medo que ele não encontrasse nas lojas”, contou a intérprete, de 47 anos, à revista ‘ES’.

Mãe de Dashiell, de 14 anos, Roman, de 12, Ignatius, de oito, e de Edith, com 18 meses, fruto da sua relação com Andrew Upton, Blanchett contou ainda qual foi o gesto mais romântico que alguma vez lhe fizeram: “Levaram-me a almoçar. E depois levarem-me a jantar. No mesmo dia”.

A intérprete australiana tem estado afastada das telas desde a adoção da filha mais nova, há cerca de um ano, mas prepara-se agora para regressar com o filme ‘Ocean’s Eight’. “A minha vida, neste momento, divide-se entre Nova Iorque, onde estou a gravar o filme, Sidney, onde o meu marido está a dirigir uma peça, e Londres”, referiu.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Ruben Rua apresenta o seu primeiro livro