10 sinais de alerta dos cuidadores

Maioritariamente entregue às mulheres, o ato profundamente exigente de cuidar acaba por alterar mais a vida delas do que as dos homens, que não só conseguem pedir ajuda mais facilmente, como lidam geralmente melhor com a necessidade de dar atenção a quem têm de cuidar.

E porque quem cuida também precisa de estar alerta para não mergulhar em estados de ansiedade ou depressão, aqui ficam alguns primeiros sinais que devem ser levados com toda a seriedade para garantir que o cuidador permanece saudável e que não se deixa levar por uma tarefa extremamente exigente.

Informações deixadas pelo programa “Cuidar Melhor”, projeto associado à Alzheimer Portugal. Em caso de precisar de ajuda, há ainda uma linha de apoio para tirar toda as dúvidas: 210 157 092.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

O seu filho está a ser vítima de violência? Con…