Subir

Diretoras do Instituto do Cinema e Audiovisual demitem-se

Filomena Serras Pereira e Ana Costa Dias, presidente e vice-presidente do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), pediram a demissão, revelou, esta quarta-feira, o Ministério da Cultura.

De acordo com a tutela, as duas responsáveis “solicitaram a cessação das funções que exercem desde 15 de janeiro de 2014” e o pedido foi aceite.

Fonte do gabinete de imprensa do Ministério da Cultura explicou à agência Lusa que o pedido de cessação de funções foi apresentado na quarta-feira, referindo que termina assim “um período longo e exigente de funções” e que nos próximos dias será anunciada a nova direção do ICA.

Contactada pela agência Lusa, Filomena Serras Pereira escusou-se a adiantar as razões da saída, remetendo esclarecimentos para o ministério.

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes afirmou que aceitou o pedido de demissão apresentado pelas duas responsáveis e disse que “está no momento de encontrar uma outra solução”.

“A demissão deveu-se ao facto de as pessoas entenderem que não havia condições para continuar a exercer o lugar, e não a nenhum juízo negativo da nossa parte sobre a forma como elas o exerceram, mas há necessidade de termos novos rostos e novas figuras para um momento em que o setor vive alguma controvérsia, e nós pensamos que vamos caminhar no sentido de superar essas controvérsias”, afirmou o ministro.

Apesar das declarações de Luís Filipe Castro, Filomena Serras Pereira sai numa altura de grande contestação por parte de várias associações do setor, no seguimento da escolha dos júris dos concursos de apoio financeiro e da política para o setor do cinema e audiovisual.

A saída da direção do ICA acontece pouco mais de uma semana depois da abertura dos concursos de apoio financeiro referente a 2017 e numa altura em que a tutela ainda está a negociar a alteração da regulamentação da lei do cinema e audiovisual.

Em abril, quando foram aprovados os júris que decidem quais os projetos de cinema e audiovisual que recebem apoio financeiro, 14 associações do setor fizeram um protesto à porta do ICA e criticaram duramente a direção do ICA.

Escolhida por concurso público em 2014, quando Jorge Barreto Xavier era secretário de Estado da Cultura, Filomena Serras Pereira, licenciada em Administração e Gestão de Empresas, está ligada ao ICA desde 1999.

Filomena Serras Pereira e Ana Costa Dias terminam o mandato a 31 de maio.

Lusa