Subir

Duas bombistas suicidas matam no Iraque

Um ataque de duas mulheres bombistas suicidas, escondidas entre um grupo de civis que estava a sair da cidade iraquiana de Mossul, causou hoje a morte de um soldado e ferimentos em vários militares, disse um oficial iraquiano.

O sargento Ali Abdullah Hussein disse que o ataque foi o mais recente perpetrado pelo grupo extremista Estado Islâmico numa altura em que as forças iraquianas encerram o último reduto no bairro da Cidade Velha.

O território controlado pelo grupo radical em Mossul está em rápido decréscimo, com os radicais a controlarem atualmente apenas um quilómetro quadrado.

Hussein disse que o ataque ocorreu hoje de manhã na zona da mesquita al-Nuri, que foi destruída em junho.

A mesma fonte disse que, nos últimos três dias, pelo menos quatro ataques visaram as forças iraquianas, quando centenas de civis abandonam a zona de combate nas ruas congestionadas da Cidade Velha.

LUSA