Já conhece o professor ‘youtuber’ nomeado para o “Nobel da Educação”?

O Global Teacher Prize, o chamado “Nobel da Educação” que elege os melhores professores do mundo. O espanhol David Calle, especialista em matemática, física e química, distingue-se dos demais 49 finalistas por ser o único que ensina, única e exclusivamente, através de um canal do YouTube.

Os seus alunos (cerca de 20 milhões, estima-se) estão em vários níveis de ensino, desde o secundário ao superior e já lhe deram mais de 101 milhões de visualizações. “Acho que me nomearam porque tenho muitos subscritores e porque os meus vídeos são muito virais. Provavelmente, estavam à procura do perfil de um professor online. Eu só dou aulas através da internet e isso pode ter-lhes parecido inovador”, explicou Calle, que já publicou cerca de 700 vídeos educativos, ao jornal ‘El Confidencial’.

Na verdade, todo o processo é bastante inovador e a empresa criada por David Calle, a Unicoos, já tem como parceiros a gigante das comunicações Telefónica e a Google. Sobre a sua criação, o professor explica: “Apaixonei-me pelo ensino há 15 anos. No início, chegava a casa muito frustrado porque não me davam tempo de explicar aos jovens tudo aquilo que era necessário. A minha mulher convenceu-me a começar a gravar vídeos para o YouTube, apesar de eu sentir imensa vergonha”, confessou, numa outra entrevista.

Segundo ele, ainda é dada demasiada importância às notas finais, em detrimento da evolução dos estudantes. “Os países deveriam preocupar-se em avaliar outras coisas, como a capacidade de os jovens trabalharem em equipa, de se adaptarem às novas tecnologias, de terem espírito de luta, de serem tolerantes e boas pessoas”, defendeu.

Outra das medidas essenciais, a seu ver, é aproximar os professores dos alunos, e não apenas dentro da sala de aula. “Se um professor criar empatia com eles, pode transformar-se num cúmplice ou num companheiro de sofrimento. Porque na época de exames eles sofrem muito”, sublinhou.

O “Nobel da Educação” será entregue em março de 2017 pela Fundação Varkey. À distinção, soma-se ainda um prémio monetário no valor de um milhão de dólares (958 mil euros). Entre os 50 finalistas está também um português, João Couvaneiro, professor de História do Colégio dos Plátanos, na Rinchoa, em Sintra.


Leia também os artigos:
Não case com um homem com estas atitudes
Esta é a camisola de Natal mais cara e feia do mundo
Não ofereça estes presentes de Natal a ninguém!


joao-couvaneiro-social-graphics2O candidato português

João Couvaneiro é o representante português nesta competição internacional que tem como objetivo reforçar e melhorar o estatuto dos professores no mundo. Concorre ao prémio de um milhão de dólares (955 mil euros) com o projeto School in a Box, um dispositivo móvel alimentado a energia solar que permitirá o acesso às novas tecnologias pelos alunos moçambicanos em áreas remotas onde a rede de eletricidade ainda não chega.

Couvaneiro é professor de História, liderou o Instituto Piaget de Almada e é hoje assessor do secretário de Estado da educação João Costa, atividade que concilia com as aulas de História no Colégio dos Plátanos (Sintra), de acordo com o Jornal de Notícias. Especialista em integração das tecnologias no contexto da sala de aula aconselha ainda o governante nas questões da integração dos refugiados nas escolas do ensino público.

O prémio Global Teacher Prize é uma competição organizada pela Fundação Varkey e foi fundado pelo Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente dos Emirados Árabes Unidos, Primeiro-Ministro e Emir do Dubai, para melhorar o estatuto dos professores no mundo, na sequência do estudo da consutora Populus que constatou que a importância dos professores vinha a cair ao longo dos tempos nos 21 países estudados. A primeira edição realizou-se em 2015. Os dez finalistas serão anunciados em fevereiro de 2017 e o vencedor em março.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Morreu a pioneira da despenalização da Eutanási…