Subir

Depp elogia decisão da ex-mulher em doar dinheiro do divórcio

Johnny

No rescaldo do divórcio entre Johnny Depp e Amber Heard, ficou acordado que o ator tinha que dar pouco mais de 6 milhões de euros à ex-mulher que, segundo alegou a própria atriz, sofria de violência doméstica durante a relação que terminou recentemente.

Depois da especulação acerca da verdadeira razão por trás do divórcio e de ter sido divulgado o vídeo onde se pode – alegadamente – ver Johnny Depp a beber e a ser agressivo de manhã com a então mulher, Amber anunciou que iria doar a totalidade do dinheiro que recebesse a duas instituições de solidariedade, ou seja, três milhões de euros a cada uma.

Depois do anúncio, o ator decidiu então entregar o dinheiro diretamente às duas organizações, em nome de Amber Heard.

As instituições são o Hospital de Crianças de Los Angeles e a União Americana pela Liberdade Civil, que tenta defender e preservar os direitos e liberdades individuais.

Contactado pelo TMZ, um representante de Johnny Depp frisa que “depois do anúncio que o dinheiro do divórcio de Amber Heard será entregue ao Hospital de Crianças de Los Angeles e à União Americana pela Liberdade Civil, duas excecionais instituições, Johnny Depp já enviou – em nome de Amber Heard – a primeira parcela de dinheiro a cada uma das organizações”, acrescentando ainda, em elogios à ex-mulher: “A generosidade da senhora Heard em dar o dinheiro a estas duas causas é profundamente respeitada”.

Em 2017, de resto, vão estrear-se dois filmes com o casal. Amber vai entrar na ‘Liga da Justiça’ e Depp vai estrear um novo filme da saga ‘Piratas das Caraíbas’.

Por: Nuno Cardoso // Fotografia: Reuters