Subir

Helen Mirren elogia mulheres como Kardashian, que reivindicam o seu corpo

Sem papas na língua, Helen Mirren falou sobre a mudança na exposição do corpo feminino ao longo dos tempos. Em entrevista à ‘Stella Magazine’ – suplemento do jornal ‘The Telegraph’ – a atriz britânica, de 70 anos, congratulou-se por já terem sido quebrados vários tabus, nomeadamente naquilo que respeita à forma de vestir das mulheres. “Quando era pequena, até uma alça do soutien à mostra era considerada incrivelmente promíscua. Era tudo sobre as mulheres em conformidade. Eu adoro mulheres sem pudor. Sem pudor e orgulhosas”, frisou.

A artista enumerou várias celebridades que têm contribuído para uma mudança de mentalidades. Madonna, Chrissie Hynde, Joan Jett, Bonnie Raitt, as cantoras que integram a banda Pussy Riot, “que se vestem e comportam como querem” e ainda Kim Kardashian. “Adoro as mulheres que reivindicam o seu próprio corpo”, esclareceu.

As voluptuosas formas da ‘socialite’, que não tem qualquer pudor em exibi-las nas redes sociais ou em público, merecem o aplauso de Mirren. “É fantástico que nos seja permitido ter um rabo nos dias de hoje. Graças à Madame Kardashian, e, antes dela, a Jennifer Lopez. Agora também podemos ter coxas, o que é ótimo. É muito positivo”, sublinhou a atriz, detentora de Óscar.

kim

Uma das imagens mais recentes publicadas por Kardashian nas redes sociais

A verdade é que são poucos os que ficam indiferentes ao fenómeno Kardashian. Entre fãs e ‘haters’, a ‘socialite’, de 35 anos, revelou recentemente em entrevista a Kara Swisher no programa ‘Recode Decode’ que é imune às críticas que recebe, e até deixou um recado. “Fico surpreendida com a preocupação das pessoas. Já me viram nua 500 vezes. Se as minhas ‘selfies’ ofendem, não olhem para elas”, sustentou a mulher de Kanye West.

Márcia Gurgel/ Reuters