Subir

Sarkozy e Bruni entregaram a cadela Clara adotada mal deixaram o Eliseu

Carla Bruni e Nicolas Sarkozy

É já tradição os presidentes franceses adotarem um cão, aquando da sua chegada ao Eliseu. Emmanuel Macron, atual chefe de Estado, acabou de o fazer na semana passada, ao trazer Nemo, um jovem cão de raça labrador e de pelo negro, para os corredores da residência oficial, em Paris.

Em 2008, Sarkozy, casado nesse mesmo ano com Carla Bruni e então presidente francês, tinha adotado Clara, também labrador. Aliás, o nome terá sido escolhido pela primeira-dama. Este antigo casal presidencial tinha ainda um segundo cão chamado Dumbledore (como a personagem da saga de Harry Potter), que manteve.

Mas, agora, a revista semanal de informação generalista e tempos livres francesa VSD revela que o animal de estimação foi entregue a um casal, assim que o centrista de direita deixou o cargo, em 2012. De acordo com a publicação, o ex-presidente francês estará a pagar uma pensão ao casal adotivo de Clara.

Recorde-se que esta tradição de ter um cão no Eliseu tem já mais de 30 anos. O ex-presidente francês, François Hollande, manteve Philae assim que deixou a residência oficial.

Imagem de destaque: DR