Subir

Tess Asplung, a protagonista da foto da semana

Ela protagonizou a fotografia da semana. Tess Asplund colocou-se no caminho de uma marcha de neonazis na Suécia e de punho erguido enfrentou os homens de cabeça rapada. Maria-Theresa Tess Asplund tem 42 anos e está ligada a um grupo de consciencialização sobre a afrofobia, o Afrophobia Focus. A perceção negativa face aos negros que vivem na Suécia tem vindo a aumentar naquele país e a ONU já identificou o país como um território que está a substituir a tolerância escandinava pelo racismo e pelos atos de violência contra descendentes de africanos.

Tess Asplund nasceu na Suécia e diz ter agido por impulso. Numa entrevista ao The Guardian:

“Estava tão zangada. Fui para a rua e pronto. Só pensava que eles não podiam marchar aqui. Tive um pico de adrenalina. Nenhum nazi vai marchar aqui, não está certo.”

O apoio ao ato de Tess surgiu dos mais diversos lugares, desde plataformas feministas a grupos de combate ao racismo assim com personalidades diversas. JK Rolling, a autora de Harry Potter, colocou a fotografia de David Lagerlof no Twitter com a seguinte inscrição: “Vejam o que esta mulher fez. Tess Asplund és magnífica!”tess jkrowling

Esta não é a primeira vez que uma mulher sueca se opõe, sozinha, a um grupo de neonazis. Em 1985, ficou célebre a fotografia ‘A senhora da mala’ de Hans Runesson que cristaliza o momento em que a senhora agride com a mala um marchante de extrema-direita na cabeça.

A posição em que Tess enfrentou a marcha dos neonazis no domingo passado, em Borlänge, granjea-lhe a comparação com líders dos direitos humanos como Nelson Mandela ou os Black Panters. Também eles fizeram a luta contra a segregação dos negros de cabeça e punho erguido.

CM