Subir

Patrick Dempsey explica como salvou o seu casamento

Em janeiro de 2015, Patrick Dempsey anunciava que estava separado da mulher com quem estava casado há 15 anos, a maquilhadora Jillian Fink. Mas nas semanas que se seguiram, em vez de estar a tratar do processo de divórcio, o ator norte-americano estava, antes, arrependido da separação e a trabalhar para a sua reconciliação.

Foi o que Patrick Dempsey explicou agora numa nova entrevista à revista ‘People’, para promover o seu novo filme, ‘O Bebé de Bridget Jones’, onde contracena ao lado de Renée Zellweger e Colin Firth. “O nosso casamento era algo do qual não estava preparado para desistir. Era assustadora a ideia do divórcio. Sentia que ainda não tínhamos feito todo o trabalho. E ambos queríamos fazê-lo. Foi aí que tudo começou”, começa por referir.

A primeira etapa foram as sessões de terapia para casais, que o ator que interpretou Dr. McDreamy de ‘Anatomia de Grey’ durante anos confessou terem sido “muito importantes” para a reconciliação.

“Toda a gente trilha o seu próprio caminho. Eu e a Jill decidimos que estava na altura de trabalhar os nossos problemas e evoluirmos. Queremos ser um exemplo para os nossos filhos e por isso, se existem diferenças, há que trabalhar nisso”, revela à publicação.

O ator, que tem três filhos em comum com a maquilhadora, Talula, de 14 anos, e os gémeos Darby e Sullivan, de oito, confessou ainda que a saída de ‘Anatomia de Grey’, em abril do ano passado, e a sua decisão de se distanciar das corridas de carros, uma das suas paixões e passatempos, o levou a ter mais tempo para dedicar à família.

“Só podes fazer uma coisa de cada vez se o queres fazer bem. Aprendi a criar prioridades. E o nosso casamento tornou-se na prioridade”, frisa Dempsey, que encara a reconciliação com Jillian Fink como “um recomeço”. “Um casal tem que comunicar, tem que se mostrar disponível e não se pode tornar preguiçoso. Há que não desistir. E fazer muito sexo!”, rematou o ator.

Por: Nuno Cardoso // Fotografia: Reuters