“6 segundos são suficientes para avaliarmos o profissionalismo dos outros “

????????????????????????????????????

Dominar técnicas de linguagem não-verbal permite uma comunicação assertiva e é uma vantagem competitiva no dia-a-dia profissional. Esta é pelo menos a certeza de Irina Golovanova, especialista nas coisas que o nosso corpo diz aos outros sem usar a voz, certificada pela Universidade de Moscovo e por vários institutos internacionais.

A diretora da The Body Language Academy conversou com o Delas.pt a propósito da segunda edição da Maratona sobre Linguagem Não Verbal, que decorre a partir de segunda-feira. Ao longo de cinco dias, na internet e em formato vídeo, Irina Golovanova vai expor cinco temas que devemos conhecer sobre a linguagem corporal.

O que é exatamente a body language e como é que esta contribui para a perceção que os outros têm de nós?

Quando se fala de body language em contexto de comunicação podemos afirmar que é uma competência, uma soft-skill que nos ajuda a entregar uma mensagem de forma clara, assertiva e memorável, a estabelecer rapport com os outros e a potenciar a nossa imagem, seja presencial ou digital. Quando é utilizado de forma estratégica torna-se um verdadeiro ponto diferenciador entre dois colaboradores, duas equipas ou duas empresas. Para melhorar esta competência basta definir um objetivo concreto, traçar uma estratégia não verbal e treinar, treinar, treinar!

Do ponto de vista da observação, a linguagem corporal é uma ferramenta que permite ver para além das palavras, isto é, compreender, através de sinais não verbais, mais do que aquilo que uma pessoa diz verbalmente. Existem métodos, regras e técnicas para a utilização desta ferramenta e, ao dominá-los, a pessoa ganha vantagem competitiva no seu dia-a-dia profissional. Quem não quer saber o que os outros verdadeiramente sentem?

Body language é mais importante ou menos do que a forma como nos vestimos para passarmos uma mensagem de profissionalismo e segurança?

O nosso comportamento não-verbal e a nossa roupa são igualmente importantes para transmitirmos uma imagem de profissionalismo e segurança. A nossa comunicação não-verbal, tal como a roupa, é a forma em que “embrulhamos” a nossa comunicação, a nossa atitude e quem somos. Existe um estudo que confirma que 6 segundos são suficientes para avaliarmos o profissionalismo dos outros apenas através do comportamento não-verbal (esta experiência foi feita através de vídeos sem som!). Parâmetros como confiança e competência são observáveis da mesma forma. Por isso, a minha sugestão é que conheça o seu próprio comportamento não-verbal, os seus pontos fortes e fracos na comunicação, para conseguir definir a melhor estratégia de acordo com o seu objetivo. Se, geralmente planeamos ou até experimentamos a roupa antes de uma reunião, uma apresentação ou uma entrevista, porque é que não fazemos o mesmo com a nossa postura, gestos e expressões?

Como é que se interessou por esta área?

Quando entrei para a faculdade de letras na Rússia, ainda em 1999, percebi, muito rapidamente, que as palavras não eram as únicas responsáveis pelo sucesso de uma comunicação. Assim, quando chegou a altura de escolher o tema da minha tese, acrescentei a vertente não-verbal. Na fase de doutoramento aprofundei o meu estudo científico e mais tarde transformei a minha paixão no meu trabalho. Em 2014 fundei oficialmente uma academia de formação na área comportamental em Portugal – The Body Language Academy –, e desde então tenho-me dedicado à formação empresarial, ao ensino – na Academia Militar Portuguesa – e ainda à divulgação e apoio a diversos estudos científicos, pois a nossa filosofia é: tudo o que ensinamos tem que ser baseado na ciência e depois é transformado por nós em ações de formação ou ferramentas divertidas.

Para que serve esta maratona virtual sobre Body Language?

A Body Language Marathon é um evento que visa alertar as pessoas sobre a importância da linguagem não-verbal no dia-a-dia. Temos que ser sinceros, nem todos reconhecem a importância que esta tem na nossa imagem e até no nosso sucesso profissional, mas, acreditem, tem muito peso!

Depois, pretendemos dar exemplos do conceito “estratégia não-verbal”, seja no nosso comportamento e imagem presencial ou digital e temos um dia dedicado a este tema.

Por fim, serve também para dar a conhecer o nosso trabalho e a forma como gostamos de atuar, com rigor e criatividade na preparação e com entusiasmo e empenho na ação.

É a segunda vez que se realiza o evento. Como é que correu o primeiro?

No primeiro ano, lançámos a Body Language Marathon para comemorar o aniversário da nossa Academia de formação. Na altura tivemos 153 participantes e por isso decidimos repetir este ano na mesma data e no mesmo formato – online e gratuito! No ano passado tínhamos alguns aspectos diferentes como, por exemplo, trabalhos individuais para entregar no dia seguinte, mas este ano não vamos pedir esse esforço adicional, apenas convidamos que peguem numa chávena de café ou chá e que se sentem confortavelmente à frente do ecrã para assistir aos vídeos que preparámos. Este ano ainda podem contar com alguns bónus: literatura recomendada sobre os temas de cada dia e mais uns materiais de suporte para poderem rever os conceitos aprendidos. E mais, decidimos inovar também nos temas e convidámos a Dra. Cristina Fernandes, especialista em Protocolo, Comunicação e Cerimonial que nos vai ajudar a desvendar alguns mitos.

Este ano já temos mais do que 250 participantes confirmadas e as inscrições ainda estão abertas.


A Body Language Marathon 2016 começa já no dia 12 de setembro. Basta inscrever-se no site para a ter acesso a todos os vídeos e materiais do evento.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

As mulheres estão a matar-se a trabalhar, literal…