Há mais de 2100 mulheres a levar a bola a sério

Os jogos da selecção feminina em casa terão transmissão televisiva

Sabe-se que elas também gostam de futebol, mas a diferença é que o objetivo agora passa por levá-las a calçar chuteiras e a pisar o relvado. É que as mulheres ameaçam mesmo estender o seu poder dentro das quatro linhas. E se o futebol masculino é rei, o plano passa por levar as adeptas a trocar as bancadas pelos relvados e tê-las a brilhar nos campeonatos.

Numa altura em que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) está a criar uma Liga de Futebol Feminina a arrancar este ano e já celebrou um acordo com a TVI e TVI 24 para as transmissão dos jogos em casa da Seleção, os jogos de apuramento frente a Espanha e a Finlândia para o Euro-2017, na Holanda, e a Algarve Cup, que tem lugar de 2 a 9 de março, fomos saber quem são estas atletas e onde estão.

Em um ano, de dezembro de 2014 a dezembro de 2015, foram 600 as desportistas a interessarem-se pela prática desportiva, elevando para quase seis mil as praticantes portuguesas, segundo dados revelados pela Federação Portuguesa de Futebol. Portugal tem, neste momento, 2.100 atletas federadas – números ainda muito distantes dos que se verificam na Alemanha [258 mil] ou na Suécia [167 mil] – e mais de metade estão no escalão sub-19.

E se estes valores deixam alguma curiosidade no ar, a verdade é que as mulheres dentro das quatro linhas (5 e 11) representam apenas 3, 7% no número total de atletas federados. Em 2015, eram 155 e 420 mil os homens que demonstravam a sua hegemonia nesta área.

O país conta com 20 associações com a presença de futebol feminino e regista um crescimento de praticantes mais evidente no norte de Portugal. Segundo as estatísticas da FPF, em um ano, registou-se uma entrada de 140 novas jogadoras no Porto, 47 em Braga e 38 em Lisboa.

Em 2020, a FPF espera ter já duplicado o número de jogadoras a praticar a modalidade. Para já, com uma primeira edição da Supertaça de Futebol Feminino disputada em Abrantes, no ano passado, e com o Campeonato Nacional de Júniores a decorrer desde 10 de outubro.

Quanto à Liga Feminina de Futebol, o objetivo passa por integrar quatro clubes, sendo que o Sporting Clube de Braga já demonstrou interesse em participar neste campeonato.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Zika: como se proteger do vírus?