O inverno não é sinal de roupa tapadinha

collage-jh

Gótico futurista, uma união improvável, desafiadora, mas acima de tudo marcante e expressiva. Essa é a proposta da coleção outono/inverno 2016 Juliana Herc que surge da fusão de duas épocas distantes – histórica, social, política e esteticamente.

 

juliana-herc-1206_150

 

Num dos extremos o gótico, que foca o ornamento minucioso presente na arquitetura, e por outro lado, a tribo urbana com características marcantes como o uso diário e exclusivo do preto, cor chave desta coleção. No outro extremo um futuro longínquo, que transporta para um ambiente luminoso e minimal, em que o grafismo e a simplicidade atenuam e equilibram estes dois polos.

juliana-herc-0631_150

 

 

Entre tops e saias, vestidos e calças ressaltam-se as formas naturais do corpo, enriquecido com pormenores das faixas que além de deixarem a pele à mostra, modelam, fazendo um leve contraste entre o clássico preto e branco e a elegância do nude. A coleção outono/inverno 2016 Juliana Herc transmite a feminilidade em detalhes que desafiam a sensualidade até mesmo das mais discretas.

 

juliana-herc-0676_150

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Quando a temperatura desce as golas sobem