Mila Kunis conta que foi criticada por amamentar em público

Kunis poses at the premiere of the movie Max Payne at the Grauman's Chinese theatre in Hollywood

Mila Kunis veio a público falar sobre as críticas que recebeu nos momentos em que amamentou a filha em público, frisando que é uma atitude que a deixa desconfortável. Grávida do segundo filho, em comum com o ator Ashton Kutcher, a atriz recordou que, quando a sua primeira filha nasceu, Wyatt, agora com 21 meses, a amamentou “literalmente em todo o lado”.

“Muitas vezes não trazia comigo algo com o qual me pudesse tapar, e então fazia-o em restaurantes, no metro, no parque, no aeroporto, em viagens de avião. Porque é que o decidi fazer em público? Porque tinha que alimentar a minha criança. Tem fome. Tinha que alimentá-la, quer fosse pelo biberão ou pela amamentação, independentemente de onde estivesse”, conta a atriz de 32 anos em entrevista à ‘Vanity Fair’, para promover o seu mais recente filme, a comédia ‘Bad Moms’.

Kunis frisou que, nestes momentos, percebeu no olhar de estranhos as críticas ao que estava a fazer. “No início, eu e o Ashton ficámos apreensivos porque as pessoas olhavam para nós com vergonha. Nós só pensávamos: ‘Oh meu Deus’. Porque não é um ato sexual. Mas não me importava com aquilo que os outros pensavam. Amamentar em público foi algo que decidi fazer e é uma pena que as pessoas sejam tão duras com as mulheres que o decidem fazer”, conta a atriz.

Ainda assim, a mulher de Ashton Kutcher salienta que respeita “as opiniões de ambos os lados”, no que toca a este tema, e deixa um conselho a todas as pessoas: “Se é algo que não gostam, não olhem”, rematou.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Sabe quem é a atriz que vai dar a Volta a Portuga…