Miley Cyrus não quer voltar a pisar uma passadeira vermelha. Saiba porquê

A rapariga rebelde do twerk, que gostava de lamber martelos e que já nos habitou a mostrar mais pele do que roupa, está mudada. Miley Cyrus, que tem mantido uma postura discreta e afastada de holofotes e polémicas há um ano, contou agora que não quer voltar a pisar uma passadeira vermelha.

Em entrevista à edição norte-americana da revista ‘Elle’, a cantora de 23 anos explicou: “Há um ano, tive que ir à antestreia do filme ‘A Very Murray Christmas’ e não quero voltar a pisar uma passadeira vermelha”, começa por frisar a cantora de ‘Wrecking Ball’, que esteve ausente dos MTV Video Music Awards deste ano, que se realizaram há duas semanas.

“Porque é que estou num tapete que é vermelho quando há pessoas a morrer à fome? Porque sou ‘importante’? Porque sou ‘famosa'”?, questionou Miley Cyrus, está desde o ano passado reconciliada com o ator Liam Hemsworth, especulando-se já um casamento para breve na imprensa internacional. “Não é assim que quero fazer as coisas. Isto tudo parece um sketch de humor – parece o filme ‘Zoolander'”, acrescentou a estrela da pop.

Miley Cyrus frisou que a passadeira vermelha não é a única coisa que quer evitar no futuro: a cantora também não é grande admiradora do Snapchat e dos seus filtros animados. “Não, quero ser eu própria. Nem sei como se usa aquilo. Sinto que vou ser uma idosa que não vai acompanhar o fenómeno”, contou a nova jurada do ‘The Voice’ norte-americano, onde surge ao lado de Blake Shelton, o marido de Gwen Stefani, Adam Levine e Alicia Keys, a nova impulsionadora do movimento anti-maquilhagem.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Candice Swanepoel fotografada pelo marido no final…