Subir

Robin Wright exigiu ganhar o mesmo que Kevin Spacey. E conseguiu

Robin Wright e Kevin Spacey dividem o protagonismo da série ‘House of Cards’, que conta já com quatro temporadas, mas até há bem pouco tempo havia algo que separava os dois atores: o salário. Ao aperceber-se disto, e ciente do peso da sua personagem, a artista norte-americana, que veste a pele de Claire Underwood nesta produção da Netflix, decidiu bater o pé e renegociar o seu cachê. E resultou.

“Quero que me paguem o mesmo que pagam ao Kevin [Spacey]!”, revelou a atriz numa conferência da Rockefeller Foundation. Robin Wright apercebeu-se que a sua personagem chegou a ser mais popular do que a interpretada por Kevin Spacey e decidiu usar esse argumento a seu favor.

“Disse-lhes que o melhor era pagarem [um salário igual ao de Kevin Spacey], caso contrário iria a público falar do assunto. E eles acederam!”, acrescentou.

A atriz, de 50 anos, considerou ainda que esta disparidade de salários configurava um “paradigma”, uma vez que ‘House of Cards’ é um dos poucos casos em que o os protagonistas masculino e feminino têm um peso semelhante na história.

Segundo dados divulgados em 2014, e que colocaram Kevin Spacey na lista dos atores mais bem pagos da revista ‘Forbes’, o ator que dá vida a Frank Underwood recebia perto de 445 mil euros por episódio, ao passo que Robin Wright recebia pouco mais de 370 mil euros.

 

Por: Márcia Gurgel // Fotografia: Reuters