Zara a caminho da sustentabilidade ambiental?

Uma coleção de senhora feita com algodão orgânico, fibras naturais e tecidos reciclados, caixas de embrulho mais ecológicas e uma campanha de recolha de roupas usadas. São estas as três grandes novidades da Zara para a rentrée.

A marca de vestuário espanhola quer tornar a sua moda mais sustentável. Por isso lançou #JoinLife, um projeto que visa reduzir o impacto ambiental do ciclo de produção e venda das suas peças. O ponto de partida para um futuro mais ecológico é a matéria-prima. Tendo por base a lã reciclada, o algodão orgânico e o Tencel, um produto natural obtido através da fibra da madeira, também conhecido por lyocell, a nova coleção da Zara para este outono/inverno conjuga, de uma forma elegante e sóbria, peças femininas, como blusas com folhos, e peças mais masculinas, como sobretudos compridos de corte direito.

Ainda no segmento das roupas, a gigante do grupo Inditex está a realizar uma campanha de recolha de vestuário usado. O objetivo é que os clientes da Zara depositem as peças de roupa que já não usam num dos 300 contentores de recolha de roupa espalhados por alguns pontos de venda da marca na Europa, nomeadamente em Portugal, Espanha, Holanda, Suécia, Irlanda, Dinamarca e Reino Unido. “Traga as roupas que já não usa e dê-lhes uma nova vida”, lê-se nos contentores. Uma parte dessa roupa será doada a instituições de solidariedade – à Cruz Vermelha, no caso de Portugal – enquanto a restante será reciclada e usada no fabrico de novas peças.

O projeto #JoinLife estende-se para lá da roupa, abarcando também as caixas que acondicionam as peças que foram compradas na loja online. As embalagens são inteiramente feitas em cartão e podem ser reutilizadas até cinco vezes, desde que estejam em boas condições. Ou seja, a embalagem que vem dos fornecedores é a mesma que chega aos centros de distribuição das lojas e a que chega às mãos dos clientes. Depois, as embalagens são recicladas e transformadas em novas caixas. “Boxes with a Past” (caixas com um passado, em português), é como se chama este processo de reciclagem.

No seguimento desta estratégia mais sustentável, a Zara também tornou o seu site mais amigo do ambiente. É que agora, 84% da energia consumida pela plataforma que serve de loja online da marca provém de fontes renováveis.

Conheça, na galeria, algumas peças da nova coleção de senhora da Zara, feita com algodão orgânico e fibras naturais.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Vem aí uma ModaLisboa solidária e intelectual