Subir

Cindy Crawford alerta filha sobre assédio sexual na indústria da moda

Com a filha Kaia Gerber, de 16 anos, a dar os primeiros passos no mundo da moda, Cindy Crawford teve uma conversa com a jovem sobre o assédio sexual nesta área. A supermodelo declarou que, durante a sua carreira, nunca foi alertada para estes perigos, mas sempre soube como dar a volta à situação.

“É ter uma conversa. É consciência. E espero que ela esteja num novo ambiente onde [o assédio sexual] será menor”, disse Cindy Crawford à Hollywood Reporter. “A conversa, mais do que qualquer coisa, é sobre como avançamos como sociedade”.

A vantagem que os meus filhos têm deve-se ao facto e eu conhecer bem esse mundo. Quem melhor do que eu para os guiar? E por vezes, gostaria de poder atrasar um ano ou dois [a entrada no mundo da moda]. Mas ela tem 16 anos. A idade com a qual eu comecei, o que é cedo, mas na moda é a idade normal”, explicou Cindy.


Saiba mais sobre os escândalos que estão a abalar os Estados Unidos da América aqui e aqui

Conheça os sinais de alerta para o assédio sexual


A supermodelo e atriz confidenciou ainda que, quando iniciou a sua carreira no mundo da moda, ninguém a alertou para estes perigos. “Eu não tenho um momento #metoo [eu também]. Não que os homens não tenham tentado, mas eu sempre soube como sair da situação”, afirmou.

Kaia Gerber estreou-se nas passerelles este ano, na Semana de Moda de Nova Iorque SS18, tendo desfilado para Alexander Wang. Depois disso seguiram-se nomes como Marc Jacobs, Burberry, Fendi, Prada, Versace e Saint Laurent.

Esta não é a primeira vez que Cinzy Crawford fala sobre a indústria da moda, há um ano a supermodelo denunciou algumas das exigências que este setor coloca.

[Imagem de destaque: Pinterest]

Alexander Wang quer levar a roupa de festa a todo o lado

Filha de Cindy Crowford admite complexos pela beleza da mãe